O barato pode sair caro…muito caro.

Há dias fui comprar maçãs a uma superfície comercial, entre os vários tipos e preços desta fruta, optei por umas todas bonitas e bem mais em conta, sim porque eu sou um espertalhão e não ando aqui a dormir, a mim não enganam facilmente. Tinham um aspecto tremendo e ao preço a que estavam, só podia ser uma excelente compra. Cheguei a casa e descasquei logo uma, azar dos azares, estava bichosa, descasquei a segunda e o resultado foi o mesmo, descasquei uma terceira e veio a agradável surpresa, não tinha bicho mas também não sabia a nada, daquelas maçãs todas (umas dez), sete não prestavam para nada, ou tinham bicho ou sabiam a…nada. Regressei à superfície comercial e lá tive de comprar as outras menos bonitas e ligeiramente mais caras. Excelentes maçãs. Conclusão, gastei dinheiro quase em dobro.Chegando à conclusão que afinal não sou assim tão inteligente. O barato sai caro como diz o chavão popular.
A questão é esta. Se eu tenho o preço de venda de um artigo demasiado baixo, é porque alguma coisa esconde. Ninguém dá nada a ninguém.
Toda esta história serve para TENTAR mostrar aos mais distraídos que, uma carta de condução (de ligeiros) abaixo dos 450 / 500€ a pronto pagamento, dá prejuízo à escola de condução (dependendo das despesas de cada escola), os alunos acabam por pagar os valores em falta de uma forma normalmente pouco clara, é óbvio que há excepções neste comportamento. Mas não é possível ter lucro a vender um produto abaixo do preço de custo. Além de má gestão (problema de cada empresário) é também um crime.
Mas as pessoas que procuram o serviço continuam a ser enganadas e pelos vistos gostam de o ser.

Esta entrada foi publicada em Blog. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *